Reflexões Planetárias

Sunday, August 05, 2012

O "novo" Largo do Intendente

Saindo do Martim Moniz a caminho da Rua dos Anjos, deixamos a Almirante Reis entrando na Mouraria e lá vamos encontrar o novo gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, encaixado num discreto recanto do "novo" Largo do Intendente!
Logo ao virar da esquina deparamos com a encantadora fachada de azulejos da antiga Fábrica de António da Costa Lamego - a Fábrica Viúva Lamego. Esta pequena joia de azuleijaria portuguesa pode agora ser tranquilamente apreciada, no enquadramento condigno do largo a que empresta a sua ingénua beleza.
Reflectida num dos envidraçados desta fachada aparece a íngreme calçada já renovada, denunciando o contacto do largo com a encosta da Mouraria. Melhor para ver do que para subir!
E, finalmente o "novo" Largo do Intendente liberto da invasão automóvel a carecer de nova animação urbana como de pão para a boca...
E da presença de algumas grandes árvores de folha caduca para quebrar a aridez do seu arranjo minimalista.
A louvável obra da Casa Pia do Intendente Pina Manique fazia parte do plano social de quem olhava para as ruas da cidade setecentista como espaços de desordem pública, povoados de prostitutas que subordinou a uma inspecção sanitária, de ladrões e contrabandistas que perseguiu com cruel excesso de zelo, até de "agitadores" influenciados pela revolução francesa que era preciso controlar com políciamento e iluminação pública.

As ruas e largos da cidade são hoje olhados por muitos de nós como os espaços que estruturam o tecido urbano, favoráveis à convivência urbana e ao exercício da cidadania. O Presidente da Câmara não mandou a polícia. Foi ele próprio instalar-se lá o que, além de ser um gesto de aproximação democrática, poderá contribuir na prática, para a boa progressão dos trabalhos e para desejável revitalização do largo e dos seus arredores.
_______________________________________________
Nota: Fotografias tiradas pelo autor em 2 de Agosto de 2012

1 Comments:

At 9:44 PM, Blogger orbis said...

No blogue do "Movimento Forum Cidadania Lisboa" (http://www.tvi24.iol.pt/aa---videos---politica/antonio-costa-intendente-camara-lisboa-tvi24/1246920-5796.html) levanta-se a propósito, a recorrente não-solução da "deslocação da degradação humana de um sitio para o outro".
"Em Lisboa a solução à decadas é empurrar duns sitios para os outros!
Acaba-se com as prostitutas em Monsanto para elas irem para o Restelo para a porta das embaixadas.
Acaba-se com o consumo de droga e reduz-se o trafico no Casal Ventoso e na Curraleira para essa gente se mudar toda para o Intendente! Pelos vistos o objectivo agora é mandá-los de novo para outro sitio."
Há que esclarecer se isso está a acontecer no caso da reabilitação do Intendente, o que será uma mancha negra nesta operação.

 

Post a Comment

<< Home